AS BARREIRAS URBANAS. O processo de crescimento do Porto

Autoria:Ana Paiva

Orientação:João Ferreira

Universidade Fernando Pessoa - Arquitetura e Urbanismo

Finalista

Memória descritiva

A heterogeneidade da malha urbana transparece em toda a proposta, que não se limita a ser só um edifício, mas uma rede que interliga as diferentes zonas do tecido. Entre um tecido urbano sem planeamento, com uma grande diversidade de formas, volumes e alinhamentos, e confrontação de escalas, a Biblioteca Parque Fonte do Cuco, na Senhora da Hora, Matosinhos, colmata a falha da mancha urbana.

A proposta procura a diversidade e a interação particular com cada elemento que existe no terreno. À escala macro, a biblioteca é um ponto de passagem, onde caminhos pedonais e ciclovias atravessam o espaço, interligando a biblioteca à estação de metro, que bifurca, e outros pontos de destaque na cidade.

À escala micro, o edifício nasce da continuação do viaduto, dando uma nova linguagem a esta estrutura viária, interligando os três volumes verticais e fazendo a transição das duas cotas altimétricas predominantes (a cota do viaduto e a cota do terreno natural).

A verticalidade da proposta resulta da separação das três funções principais (biblioteca, centro comunitário e centro cultural), dando origem à diversidade de volumes, indo de encontro às frentes urbanas, desde a escala da frente Oeste para a Este (edifícios multifamiliares, de vários andares, para habitações unifamiliares, de rés-do-chão mais dois pisos). Os volumes verticais funcionam como elementos de interligação e conexão dos dois níveis altimétricos (já anteriormente referidos), ao mesmo tempo que separam e estruturam a separação dos acessos específicos dos diversos espaços internos.

O conceito da Biblioteca Parque segue a intenção de outras bibliotecas-parque localizadas na América Latina (em particular na Colômbia e Brasil), não sendo apenas um espaço de leitura, mas combinando funções comunitárias e culturais. Daí que, a proposta seja um projeto “inconstante”, transmitindo diversas sensações e o elemento surpresa à medida que se percorre o espaço.