SOBRE O HORIZONTE. Museu, Arquivo e Centro de Investigação Horizonte Portugal

Autoria:Inês Serrano

Orientação:Inês Lobo

Universidade Autónoma de Lisboa - Departamento de Arquitetura

Finalista

Memória descritiva

Numa primeira operação, o projeto propõe pensar, a partir da reutilização do património militar da Trafaria, a valorização do território através da integração de um sistema capaz de criar toda uma dinâmica na Vila. Pretende-se cozer as estruturas através da artéria principal, a Estrada Militar,  que parte da cota mais baixa, junto ao rio, e sobe até ao cume das arribas, cerca de 90m de alt.

A segunda operação, mais detalhada, baseia-se na reabilitação da antiga bateria da Raposeira para acomodar o Museu Horizonte Portugal – onde contém grande parte do espólio fotográfico de Duarte Belo – com a introdução de dois volumes enterrados que se lançam para o Atlântico. Desta operação surge também a criação de um novo edifício silo – Arquivo e Centro de Investigação – funcionando como peça infraestrutural, que nos transfere de uma cota muito alta para o sopé da arriba, por forma a coligar-se com o restante percurso.